quarta-feira, 1 de agosto de 2012

domingo, 24 de junho de 2012

(Im) Pressões da Vida

Algo a ser aprofundado em grande escala e pequenas doses. No dia a dia isso muda, isso cresce, isso se desfaz. Pressões fazem parte e nos fazem subir o próximo degrau. Impressões, muitas vezes, atrapalham o meio do caminho.

Boas impressões de ser mãe de uma menina linda de quase cinco meses de vida: a vida fica mais bonita!
Más impressões de ser mãe de uma menina linda de quase cinco meses de vida: nunca mais dormirei uma noite inteira, nem uma tarde inteira!

Boas pressões de ser mãe de uma menina linda de quase cinco meses de vida: sou obrigada a deixar de ser egoísta e pensar no próximo!
Más pressões de ser mãe de uma meninda linda de quase cindo meses de vida: a vida está uma loucura, as pessoas estão loucas!

No meio de tudo isso cresce uma flor. Brotou de um sonho e logo se tornará realidade. E o início foi esse blog e a querida Caroline Begiato - que está cuidando do meu cachorrinho tão bem!

Logo, logo, dois livros infantis serão realidade. Papel pintado. Impressão em cores e letras. Boas impressões da infância. Pressões da vida em procurar algo que faça a fantasia aquecer o coração.

Espero que muitos gostem. Espero que muitas críticas construtivas me ajudem a crescer!

sábado, 24 de dezembro de 2011

A 48 dias do grande dia

Filha, hoje, véspera de Natal, acordei muito emocionada. Aposto que passarei o dia chorosa, emocionada. Dei-me conta, ao acordar que faltam apenas 48 dias para você nascer, isso se você nascer no dia previsto pelos médicos.
48 dias, são praticamente, um mês e meio.
Eu estou com dificuldades com o tamanho da barriga e os kilos a mais que ganhei durante esses meses, além de estar muito curiosa de ver seu rostinho e sua risadinha banguela. Quero também ver seu pai com você n ocolo, dando banho. Acho que vai ser muito bom.
Confesso que estou com medo da hora do parto, pois não sei ainda se será o parto normal ou o parto cesárea. O medo maior é sentir dor, dores fortes, mas dizem que depois a mãe esquece tudo. Assim seja, do melhor jeito possível para você, e se a mãe tiver que sentir dor, logo esquecerei com você nos meus braços.
Nesse meu último natal sem você nos meus braços, mas já me sentindo mãe por ter você aqui dentro de mim, desejo que você venho com muita saúde, muita alegria pra viver nesse mundão maluco. Rezo para que eu e seu pai consigamos ser bons pais, educar e amar para você crescer saudavelmente.
Feliz Natal, pra gente, nossa nova família!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Boas novas

Férias, Natal, Ano Novo.
Época que as pessoas costumam repensar em como foi o ano e o que gostariam do próximo.
Engraçado, o que eu quero para o próximo ano eu já consegui nesse ano.
Tenho minha irmã mais próxima, meu irmão sempre meu amigo, meu pai feliz se divertindo, minha mãe com os olhos brilhando quando fala na Gabriela, a Gabi serelepe na minha barriga, meu marido perto e atencioso, amigas como Thata e Jana, e o que esperei o ano todo, minha tia de volta!
Tem mais coisas que me deixam felizes, mais pessoas de quem gosto e mais sonhos para realizar, mas esse básico já me deixa muito feliz e satisfeita, o resto vamos correndo atrás.
Deus sempre bondoso, saúde impecável, que seja sempre assim, Amém!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Onde posso perder eu mesma?

Amanhã fará 5 meses que estou de repouso. O mais engraçado é que eu não me permito descansar. A cabeça que comanda tudo, eu mantenho ocupadíssima com coisas que eu teria que deixar acontecer naturalmente.
A vida anda, corre, continua, independente de nossas aflições. Por que não deixar as coisas acontecerem?
Estou grávida, por que eu não cuido de conversar com ela, ter bons pensamentos, controlar a ansiedade e os sentimentos que poderiam influenciá-la de modo ruim?
Mas não, só perco tempo. São crises de choro, são crises de identidade, são crises inexistentes, são crises profissionais, são crises atrás de crises.
Só fico tranquila porque acredito em Deus e sei que Ele será bondoso com minha filhota e ela não puxará essas crises da mãe doida que tem.
O caso é, a maior crise de todas e que não consigo sarar nunca... ODEIO o que eu faço, sou profissionalmente. Você poderia me dizer: por que não faz outra coisa? E eu te respondo, pq eu já odeio há tanto tempo e insisto em continuar há tanto tempo, que eu não sei o que eu gostaria de fazer, se eu saísse de lá hoje.
O pior, estou há vários anos na área, e bem quando estou grávida, com 5 meses de repouso, com previsão de volta pra daqui 9 meses e agora q eu resolvi estudar, fazer pós, prestar provas pra ver se consigo outra área na profissão...
PORRA
agora não é hora!
É hora de curtir minha gravidez, pensar nela, planejar lembrancinhas, comprar roupinhas, ler artigos sobre bebês, en ão fazer essa salada, essa sopa sortida que to fazendo na minha cabeça e na minha vida.
QUE MERDA
Sabe, quando vc não queria mais ser vc mesma?
Sabe quando vc não queria mais nem ouvir falar de vc mesma?
Sou eu hoje...
ontem...
e gostaria que não fosse assim amanhã...
Amém

sábado, 19 de novembro de 2011

E a vida vai rolando



E mais uma família está nascendo. Pai, mãe, filha e cachorro. Não somos perfeitos, mas buscamos ser felizes e fazemos o possível por quem gostamos. Eliminamos quem não faz valer a pena a relação e a vida vai rolando.
Espero não ser uma mãe perfeita, mas sim fazer tudo o que estiver em meu alcance e dar o melhor de mim para a Gabi.
Agradeço as pessoas que estão presentes em nossa vida e toda a proteção divina que recebemos diariamente.
E a vida vai rolando...

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Feriadão

E no meio de todo esse repouso, vou saber de novo o que é um feriadão. Viagem pra amenizar os estresses dos últimos dias!